segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Prof.Sandra 65.555

             "Juventude com Atitude"
A prof.Sandra tem como  proposta contribuir com as 
discussões acerca do funcionamento  das relações do processo de educação e socialização dos jovens arujaenses.

O projeto volta-se, por um lado, para o estudo da juventude brasileira e seus projetos de vida. Entendendo a juventude como uma categoria construída a partir de critérios históricos, culturais e sociais , ressaltamos a importância de colocarmos em discussão o modo como os sujeitos jovens vêm vivenciando esta etapa da vida na sociedade contemporânea.

Neste projeto, acreditamos ser fundamental dar voz a estes atores, na intenção de compreendermos de que forma os mesmos vêm significando suas vivências e projetando 
suas ações presentes e futuras. A discussão sobre os projetos almejados pela juventude faz-se extremamente relevante. Segundo Damon (2009), um dos maiores problemas destacados pelos jovens na atualidade é o sentimento de “vazio” que declaram possuir. Para muitos deles, a apatia e a ansiedade, por exemplo, são sentimentos que vêm se tornando freqüentes, assim como a falta de objetivos, aspirações e ações nos quais se engajar. Desta 
forma, a juventude vem sendo vivenciada e experimentada sem que o sujeito tenha claro quais metas pretende alcançar. Por outro lado, a sociedade contemporânea vem incentivando o senso de individualidade, competição e imediatismo, o que leva a juventude a ter como valor principal a satisfação de seus interesses pessoais. Assim, uma questão que se coloca é a de como educar a(s) juventude(s) brasileira(s) tendo em vista a construção de projetos vitais. De forma sucinta, um projeto vital (purpose) pode ser compreendido como metas ou objetivos que dão origem a ações presentes e futuras, sendo tais elementos significativos para o sujeito e trazendo, ao mesmo tempo, implicações mais amplas, voltadas 
para o mundo e a sociedade ao seu redor.

Obs: Artigo baseado no texto de  Cristina Satiê de Oliveira(pedagogia)

1 comentários: