sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Ele só funciona com Viagra

Os homens sempre se cobraram e foram cobrados para ter ereções, sempre, até sob tortura.
Essa cobrança chega ao ponto de confundir as mulheres, que acabam achando que qualquer dificuldade de ereção do seu parceiro é conseqüência direta da falta de desejo dele por ela.

A pressão em cima do desempenho
Tanta pressão em cima do desempenho atrapalha na hora do casal dialogar e buscar juntos saídas satisfatórias para as dificuldades da vida sexual. E para o homem, dificuldade de ter ou de manter uma ereção sempre trouxe muita ansiedade, tristeza e humilhação. Na medida em que esses episódios vão se sucedendo, cada vez mais sua autoconfiança vai diminuindo. E cada nova experiência sexual só vai deixá-lo mais ansioso e consequentemente com mais dificuldades de ereção.

Viagra, livre para sentir
Mas por melhor que funcione, a pílula não é tudo. E muitos casos, a dificuldade de ereção está relacionada com problemas de ansiedade que não tem nada a ver com o físico.
O sexólogo Dr. Moacir Costa costumava dizer: “a verdadeira impotência é a afetiva”.
Nesses casos a pílula deve vir junto com um tratamento psicoterapêutico que vai ajudar a resolver as questões psicológicas que acompanham os problemas relacionados à ereção.

A participação da mulher é importante
É fundamental a participação da companheira, sua compreensão e disposição para ajudar o parceiro a superar a questão, além, é claro do seu amor.
Muito diálogo e muita criatividade na experimentação de diferentes possibilidades de se relacionar sexualmente também ajudam.
E não se esqueça: todo o corpo pode ser um órgão sexual, na medida em que todo ele é fonte de prazer. Então faça a sua parte e explore melhores caminhos, ajude o seu companheiro a encontrar outras formas de prazer.
Certamente o aumento da intimidade entre vocês ajuda a diminuir a ansiedade de ambos, o que só traz benefícios para que juntos vocês possam usufruir da via do prazer.

fonte:delas

1 comentários: