quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Julgamento de detida por usar calças gera protestos no Sudão

De acordo com a lei islâmica em vigor no norte do Sudão, onde se encontra Cartum, a punição a mulheres que se vestem "de forma indecente" é 40 chicotadas.

"Chicotadas não significam dor, chicotadas são um insulto aos humanos, mulheres e religiões", afirmou a jornalista.

Sociedade conservadora

A jornalista foi presa em julho em um restaurante de Cartum junto com outras 12 mulheres.

De acordo com ela, dez mulheres que foram presas, incluindo não muçulmanas, receberam dez chicotadas imediatamente e uma multa.

Hussein e outras duas mulheres pediram um advogado para o caso e atrasaram a decisão.

De acordo com o analista da BBC para o mundo árabe Magdi Abdelhadi, o Sudão tem uma sociedade conservadora que condena mulheres que desobedecem os costumes islâmicos.

A lei islâmica foi introduzida pelo ex-presidente Jaffar Al Numeri há cerca de 30 anos e, desde então, causa polêmica no país, especialmente na região sul do Sudão, que é de maioria cristã.

Fonte:BBC Brasil

1 comentários: